NEWS
Rui Agostinho, reconhecido um percurso dedicado à divulgação da Astronomia
2019 novembro 20

Através do ensino, investigação e divulgação, Rui Agostinho, investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA1) e professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), exerceu uma ação notável na promoção da Astronomia em Portugal, e esse entusiasmo e empenho foram reconhecidos neste mês pelo Grande Prémio Ciência Viva Associação Mutualista Montepio 2019.

Ao longo do seu percurso, Rui Agostinho, incentivou muitos a dedicarem-se à Astrofísica, e muitos outros a manterem-se atentos às descobertas desta ciência fascinante. O seu trabalho de divulgação tem-se multiplicado pelo vasto leque de iniciativas e eventos que a nível nacional procuram levar a ciência, e a astronomia em particular, às escolas, aos jovens e ao público em geral. É também uma presença assídua nos órgãos de comunicação social para comentar fenómenos astronómicos e descobertas científicas.

Um dos impulsionadores do renascimento da Astronomia em Portugal a partir dos finais da década de 80, Rui Agostinho foi um dos fundadores da Sociedade Portuguesa de Astronomia (SPA) e do Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa, um dos centros de investigação na origem do IA. Tem feito investigação em diversas áreas, com foco inicial na astronomia galáctica, tendo, por exemplo, colaborado no projeto de medição da velocidade de expansão do Universo ao longo das épocas cósmicas e que revelaria a existência da designada energia escura.

Dirigiu o Observatório Astronómico de Lisboa durante 11 anos, instituição a partir da qual iniciou em 1994 um importante trabalho de divulgação, tanto através do contacto direto com o público em palestras mensais com vídeo-difusão, ou na observação de eventos celestes, como através do apoio a escolas e professores. Foi ainda responsável pela instalação neste edifício do Centro Horário de Alta Segurança, que é a entidade de referência a fornecer a Hora Legal às instituições e empresas nacionais.


Notas
  1. O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) é a instituição de referência na área em Portugal, integrando investigadores da Universidade de Lisboa e da Universidade do Porto, e englobando a maioria da produção científica nacional na área. Foi avaliado como “Excelente” na última avaliação de unidades de investigação e desenvolvimento organizada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). A atividade do IA é financiada por fundos nacionais e internacionais, incluindo pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (UID/FIS/04434/2019).

Contactos
Rui Agostinho

Grupo de Comunicação de Ciência
Sérgio Pereira
Ricardo Cardoso Reis
João Retrê (Coordenação, Lisboa)
Daniel Folha (Coordenação, Porto)

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço Universidade do Porto Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Fundação para a Ciência e a Tecnologia COMPETE 2020 PORTUGAL 2020 União Europeia